Aquecimento global e suas consequências
MEIO AMBIENTE
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Procurar
Resultados por:
Pesquisa avançada

Deborah Rosa
Admin
Mensagens : 39
Data de inscrição : 23/08/2021
Ver perfil do usuáriohttps://www.drambientale.com
25082021
Aquecimento global e suas consequências Ipcc10


O que é aquecimento global e suas consequências



Aquecimento global é o aumento da temperatura média global na atmosfera e nos oceanos. O aquecimento global é o processo de mudança da temperatura média global da atmosfera e dos oceanos. O acúmulo de altas concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera bloqueia o calor emitido pelo Sol e o prende na superfície terrestre, aumentando a temperatura média da Terra.


Efeito estufa



Apesar de contribuir para o aquecimento global, o efeito estufa é um processo fundamental para a vida na Terra, pois faz com que o planeta se mantenha em temperaturas habitáveis. Mas o aumento significativo das emissões de gases do efeito estufa associado a fenômenos naturais e ações promovidas pela atividade humana, como o desmatamento de florestas, têm sido determinantes para o desequilíbrio do balanço energético do sistema, causando maior retenção de energia e o aumento do efeito estufa, com o aquecimento da baixa atmosfera e aumento da temperatura média do planeta. O aquecimento global se tornou um dos maiores problemas da Terra, com efeitos que podem ser catastróficos, incluindo efeitos diretos na saúde.

Assim, o aquecimento global é um processo que decorre da intensificação do efeito estufa – a radiação que vem da luz do sol atinge a Terra e é absorvida por gases presentes na atmosfera, os quais passam a emitir de volta para a superfície terrestre radiação infravermelha (calor), aumentando a temperatura do planeta. Os gases que interagem com a radiação solar produzindo radiação infravermelha são chamados de Gases de Efeito Estufa ou GEE.



Alguns lugares ficarão mais frios



Apesar do nome “aquecimento global“, esse fenômeno, principal causador das mudanças climáticas, é responsável por gerar episódios de frio extremo em algumas regiões. Isso confunde muita gente. Inclusive o presidente Donald Trump, que achou que as temperaturas baixas nos Estados Unidos em 2019 eram prova de que o aquecimento global não existe. O fato é que nenhum evento isolado como esse dos EUA é capaz de provar ou refutar a tese de aquecimento global. Em níveis globais, só é possível aferir hipóteses quando se analisa a história da Terra no tempo geológico, que é muito longo.

O aumento da emissão de gases de efeito estufa aumenta a retenção de energia nos oceanos e na atmosfera, provocando um aumento da intensidade, da frequência e do impacto de eventos climáticos extremos, sejam de frio ou de calor.


Circulação termoalina



Um fenômeno que sofre mudanças com o aquecimento global é a circulação termoalina. Essas correntes oceânicas, movidas pelas diferenças de densidades causadas pela presença de sal, são responsáveis por levar calor até certas regiões. Com o aquecimento global e o derretimento das calotas polares, a concentração de sal diminui, o que pode cessar ou desacelerar a circulação termoalina.

A desaceleração da circulação termoalina causada pelo aquecimento global pode explicar a diminuição da temperatura em certas regiões. Embora as temperaturas globais gerais aumentem, a ausência de correntes quentes nas regiões que ocorrem naturalmente resultará em temperaturas mais baixas.
Isso não quer dizer sorte. Em um cenário mais sombrio, uma drástica redução na circulação termoalina pode causar uma queda considerável das temperaturas. Se a desaceleração continuar, a Europa e outras regiões que dependem da circulação termoalina para manter o clima razoavelmente quente e ameno, podem esperar por uma era do gelo.
Compartilhar este artigo em:redditgoogle

Comentários

Nenhum comentário

Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos